Ditadura literalmente instituída na Câmara Municipal de Altinópolis!

Autor: Nenhum comentário Compartilhe:

Ditadura literalmente instituída na Câmara Municipal de Altinópolis!

Em sessão plenária de 18/08/2010, a câmara municipal de Altinópolis, através de sua mesa diretora que é composta por Carlão Du Som (Presidente) Valdir da Geladeira (vice) Jô dentista (Primeiro Secretario) e Ruan Cabeleireiro (Segundo Secretario) decidiram que:

Ato da mesa diretora Nº 013/2010- Deliberações à cerca da pessoa do Sr. Ademir Feliciano, face à excepcionalidade da situação e grande comoção social e desassossego que referido cidadão vem causando na comunidade.

Requerimento Nº 011/2010 – de autoria da mesa diretora.

Para que sejam tomadas todas as providencias, visando ajuizamento de ações judiciais competentes, nas esferas Civil e Criminal, através da Câmara Municipal, em face do site denominado “altiaqui”, de seus responsáveis, do autor da matéria intitulada “Nunca Faça Acordo com o Diabo: Ele sempre Levara a Melhor” e de todas as pessoas que postaram recados no denominado “Mural de Recados” do referido site, denegrindo a imagem da Câmara Municipal desta Cidade.

Por mais incrível que isso possa parecer: Passou! Foi aprovado o requerimento por quatro votos a três.

Votaram a favor da Lei da mordaça: Ruan- Jô- José Fraga e Valdir da Geladeira.

Votaram pela liberdade constitucional da expressão LIVRE e pelo direito de ir e vir do cidadão:

Garrincha Roberval – e Zé Cristino

O nobre vereador Dr. Fausto não compareceu àquela sessão. Eu, pelo menos não ouvi a justificativa do motivo, portanto não posso dizer de que lado ficaria: se da ditadura dos incomodados ou pela liberdade de expressão dos cidadãos e da imprensa conforme a Carta Magna do País.

O certo é que o ato é totalmente inconstitucional e fora de qualquer nexo vindo de uma casa democrática de leis.

A liberdade à expressão e algo que foi conquistado às duras penas e não será a Câmara de Altinópolis com seu numero excessivo de doutos, (alias cultura ali é o que não falta) que passará por cima dela. Atitudes baixas e sem nenhum fundamento como a que fizeram em referida sessão plenária, provam a incompetência do legislativo que representa nossa maravilhosa cidade. (ou parte dele)

O curioso de tudo isso, é que quando afetou o presidente da referida casa: matéria do ultimo jornal intitulada “Centro Automotivo Providencia Parte 2”, tomou-se medida tão pusilânime.

È assim que se pronuncia viu vereador Valdir! “Pusilânime” e não “Pusili” como vossa excelência pronunciou ao ler o referido requerimento em sessão tão vergonhosa.

VERGONHA! Era isso que vossas excelências deveriam sentir do ato absurdo que cometeram!

Vejam a reação da população e sigam em frente, mas sigam mesmo, porque eu não me calarei frente a quem pensa mandar em tudo e em todos. E vocês não mandam em nada e em ninguém.

Não conhecem nada de lei. Pedir diploma e carteira de jornalista?Em que ano vocês acreditam estarem vivendo? Ou em que País?

Já cansei de escrever que Altinópolis não tem uma lei especifica e só dela. Não tem!

O que um centro automotivo que fornece à prefeitura pode acarretar heim? Ainda mais o centro em questão!

Os que deveriam ser nossos representantes junto à fiscalização da esfera executiva, e mesmo legislativa: ao que parece legislam sim! Mas ao que lhes interessa financeiramente.

Tentem o que quiserem e se dêem os direitos que vocês não têm, e eu vou procurar pelos que tenho, porque essa lei criada por vocês ou “voseis”! Essa já nasceu morta! Como mortos estão politicamente. Aguardem!

Ademir Feliciano

Filiado à ABRAJIAssociação Brasileira de Jornalismo Investigativo (sim)

 

 

 

 

Artigo Anterior

NÃO DEIXE O TRAFICANTE ADOTAR SEU FILHO!

Próximo Artigo

Dilma e Serra defendem liberdade de imprensa em congresso no Rio

Confira também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *