MPF pede bloqueio de bens de Ex Ministro Wagner Rossi

Autor: Nenhum comentário Compartilhe:

Sexta, 25 de Maio de 2012 – 11:50

O Ministério Público Federal pediu o bloqueio de bens do ex-ministro da Agricultura, Wagner Rossi (PMDB-SP), e de mais 11 pessoas, entre elas o lobista Júlio César Fróes e Milton Ortolan, ex-chefe de gabinete do peemedebista. Os outros envolvidos são ex-funcionários da pasta e professores da PUC-SP. A ação do MP foi motivada por um contrato fraudulento do ministério com a Fundasp, fundação que mantém a universidade, firmado durante o período em que o peemedebista esteve à frente da Agricultura. De acordo com o Ministério Público, o bloqueio será utilizado para cobrar o ressarcimento de R$ 3 milhões desviados. Em 2010, a Fundasp foi contratada por R$ 9,1 milhões para ministrar cursos aos funcionários da pasta. No entanto, a Folha de S. Paulo revelou que houve fraude na tomada de preços, com a utilização de documentos forjados com o timbre da Fundação Getúlio Vargas (FGV).

bahianoticias.com.br

COMENTEMOS:


Esperamos sinceramente que não termine em “PIZZA” mais essa falcatrua descoberta pela justiça com o empenho incondicional da imprensa.

R$ 3.000.000,00 desviados dos cofres públicos por um ministro de governo. Será que são só três milhões que ele ajudou a desviar?

A impressão é que a família Rossi tem esse tipo de conduta e não é de hoje, haja vista seu filho, o Deputado Estadual “Baleia Rossi”, presidente estadual do PMDB paulista. Rossi também já foi acusado de manter de forma irregular, contratos com prefeituras do interior paulista através da empresa em nome de sua esposa (talvez laranja) “A Ilha Produções”.

Altinópolis mantinha ou ainda mantém contrato com a dita empresa, conforme consta do site oficial da prefeitura, ainda.

Assim está no site oficial www.altinopolis.sp.gov.br:

Nome:

CNPJ:

A ILHA PRODUÇÃO

02.241.562/0001-52

CANTÁRIDA FILMES

07.092.780/0001-96

GRUPO RS

11.364.594/0001-36

XP FILMES

12.600.077/0001-81

Os “Rossi” mantém laços firmes e fortes com a atual administração de Altinópolis. Onde há fumaça, estão queimando alguma coisa. Ou não estão?

Ademir Feliciano

Artigo Anterior

“PR” de Altinópolis participa de palestra em Ribeirão Preto.

Próximo Artigo

Ministério Público pede ação contra Wagner Rossi

Confira também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *