Dr. Wadis vai ser candidato?

Autor: Nenhum comentário Compartilhe:

 


Ultimamente a imprensa ligada por pecúnia ao prefeito Nanão e a administração atual de Altinópolis, vem noticiando que o ex-prefeito Dr. Wadis Gomes da Silva (PSD), teria seu registro eleitoral interrompido, ou caçado, por inserção à lei da ficha limpa.

Uns até chegam a atestar que Wadis, estaria impedido de disputar as próximas eleições, caso venha a ser candidato.

Ocorre que isso não é verdade. Os processos aos quais o ex-chefe do executivo respondeu, já foram julgados e a pena transformada em multas que somadas chegam a 1.100 UFESPs.

Wadis tentou via defesa, parcelar a divida, e recebeu em 12/06/2012, o despacho que autorizou o parcelamento em sete vezes, proferido pelo Tribunal de Contas do Estado de São Paulo, conforme descrito abaixo.

Despacho: autorizo o parcelamento do total de 1.100 UFESPs em 7 vezes mensais, iguais e sucessivas de 157,15 UFESPs, referentes aos processos TC-001115/006/07, TC-001116/006/07 e TC-001118/006/07 (total de 300 UFESPs) e TC-000113/006/07 (800 UFESPs). Dê-se conhecimento, por ofício, ao interessado, alertando-o no sentido de encaminhar, no prazo de 30 dias a contar do recebimento do ofício, os comprovantes de recolhimento aos eminentes Conselheiros-Relatores dos processos em referência. Consigne-se que o inadimplemento da obrigação ensejará a cobrança judicial. p. 35.

Com isso,  quem ainda tinha alguma duvida com a situação eleitoral de Wadis, esperamos com esta informação, tê-la dirimido.

Com relação à ação civil publica nº 198/12 imposta pelo Promotor da Comarca de Altinópolis Dr. Adinan Aparecido de Oliveiro, a mesma não comporta mais acolhimento, uma vez que o processo em questão é de 2005 e a presente ação data de 26/03/2012, portanto com prazo prescrito, ou seja, uma ação deste porte, não poderia por lei, extrapolar o limite de cinco anos. Neste caso já se passaram sete anos e, portanto prescreveu, não comporta mais acolhimento em lei.

O nome de Dr. Wadis Gomes da Silva é muito forte dentro de seu partido (PSD). Wadis, conta com apoio de gente do porte do Deputado Federal Guilherme Campos, e do prefeito de São Paulo Gilberto kassab.

As convenções municipais de alguns partidos serão realizadas em 17/06/2012, o nome de Dr. Wadis Gomes da Silva deverá ser indicado pelo PSD altinopolense para disputar a eleição para prefeito. O ex-prefeito poderá ter como candidato a vice, o presidente do PTB local, senhor Gilberto Fiori de Oliveira (Beto da Taboca). Caso tudo ocorra como previsto, nas coligações para candidatos a vereador, a chapa de Wadis/Taboca deverá contar com PVPRPP e PTB.

Ademir Feliciano

 

Artigo Anterior

PSD realiza primeiro encontro regional em Ribeirão Preto.

Próximo Artigo

COMEÇOU A “EXPOASA” 2012

Confira também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *