Prefeito de Santa Cruz da Esperança implanta modelo de gestão e prefeitura tem superávit financeiro

Autor: Nenhum comentário Compartilhe:

 

Convênios já representam a 81% do orçamento

 

159O prefeito de Santa Cruz da Esperança, Dimar de Brito (PSDB), está implantando um modelo de gestão no menor município da região de Ribeirão Preto e os resultados já são promissores. Em apenas nove meses de gestão, os números relativos a convênios federais e estaduais atingem a 81,81% do orçamento previsto para este ano, da ordem de R$ 11,4 milhões. “Até agora já chegamos a R$ 9,07 milhões e não vamos parar por aí”, comemora Brito.

Entre as conquistas junto aos governos federal e estadual estão uma creche-escola avaliada em R$ 1,5 milhão, uma escola no valor de R$ 400 mil e quase R$ 400 mil em pavimentação asfáltica, além de uma Unidade Básica de Saúde (UBS), avaliada em R$ 408 mil. Em dezembro, a prefeitura irá entregar 65 casas da CDHU, uma obra que começou há duas administrações, em 2007, e que será finalizada com a construção de um muro de arrimo até o final do ano.

Santa Cruz da Esperança tem população de 1.953 habitantes e seu PIB é formado pelos setores agropecuário, industrial e de prestação de serviços. “Mas nós temos uma equipe técnica que vasculha os ministérios e as secretarias estaduais em busca de recursos. Onde houver verba, lá estará Santa Cruz da Esperança”, afirma o prefeito.

Ao assumir a prefeitura no início deste ano, Dimar de Brito deparou-se com uma dívida de R$ 1,2 milhão, R$ 900 mil, dos quais já foram saldados. Os outros R$ 300 mil foram parcelados junto ao INSS em 60 pagamentos. As contas telefônicas chegavam à administração passada a R$ 12 mil por mês e hoje não passam de R$ 4 mil e serão reduzidas ainda mais.

A prefeitura está em dia com o pagamento de fornecedores e não há mais nenhuma pendência trabalhista junto aos 235 servidores. “Havia funcionário que tinha duas ou três férias vencidas. Tudo isso foi acertado dentro desse projeto modelo de gestão”, enfatiza Brito.

O modelo de gestão a que o prefeito se refere revela dados importantes e diferenciados na administração pública. Nos cinco primeiros meses de governo, a folha de pagamento sofreu uma economia de R$ 254.519,00. O município encontra-se rigorosamente dentro da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), em uma proporção de 39% da arrecadação.

De cada R$ 188 arrecadados, apenas R$ 100 são para as despesas contraídas, gerando superávit financeiro de R$ 88. Dimar de Brito entende que a melhor forma para se economizar e fazer com que o dinheiro público tenha uma boa destinação é na hora da compra. “O grande segredo está nas compras. É preciso cotar, negociar e chorar, além de dar garantias aos fornecedores de que eles receberão em dia, sem falhas. Aqui, o pagamento é à vista e eu falo diretamente com quem vende”, ensina.

Segundo o prefeito, a economia não é ainda menor porque a frota estava sucateada, o que demandava custos elevados de manutenção. Mas, ele resolveu esse problema junto à Receita Federal, de quem ganhou 12 veículos que foram apreendidos de traficantes e contrabandistas. A nova frota, avaliada em R$ 300 mil, já desfila pela a cidade e atende a população.

Nesta semana, a Superintendência da Receita Federal de São Paulo doou mais 60 computadores em bom estado ao município, além de móveis que irão compor o mobiliário da prefeitura e das secretarias. As mercadorias foram transportadas de São Paulo por um caminhão também doado pela receita Federal, sem gastar com frete.

 

Com os aparelhos o prefeito, além de atender a todos os setores da prefeitura, irá implantar o programa “UniverCidadão” aberto a todas as pessoas que quiserem fazer cursos de qualificação à distância, via Internet. “Já inauguramos a sala do empreendedor e, em parceria com o SEBRAE, vamos propor essa modalidade de cursos”, diz o prefeito, que já capacitou quase a metade dos professores da única escola da cidade para, já a partir do próximo ano, incluir a disciplina de empreendedorismo na grade curricular. “A economia está nas pequenas coisas, mas é preciso vontade para realiza-las”, afirma.

 

 

 

 

Artigo Anterior

Promotoria de Justiça de Altinópolis abre inquérito para apurar irregularidades na reeleição de Nanão.

Próximo Artigo

Pastor pede R$ 21 milhões aos fiéis para pagar dívida de TV

Confira também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *