MARIA FUMAÇA- TREM FEROVIÁRIO TURÍSTICO CULTURAL EM ALTINÓPOLIS-SP, TEM TUDO PARA DAR CERTO

Autor: Nenhum comentário Compartilhe:

alt 

Finalmente depois de mais de treze anos lutando para conseguir das Autoridades Federais a concessão da antiga Estrada de Ferro São Paulo e Minas, conhecida hoje como Ramal BIAGÍPOLIS / ITAU DE MINAS, a A.S.P.M.P.F (Associação Ferroviária São Paulo e Minas) com sede em Altinópolis-SP, assinou junto ao Ministério das Transportes, ANTT e DINT (Departamento Nacional de Infra Estrutura e Transportes) o Contrato de Concessão da Estrada de Ferro São Paulo e Minas, como CESSÃO de BENS FERROVIÁRIO no dia 28 de Outubro de 2015, publicado do DOU (Diário Oficial da União) nº 207 de 29 de Outubro de 2015, para que além de preservar essa importante Ferrovia, desenvolver o Projeto Ferroviário Turístico Cultural “Expresso Café Com Leite” como transporte de passageiros de caráter eventual.

Na entrevista que fiz com o Presidente da Associação, responsável pelo Projeto o Prof. ANTONIO A. FERRI (o Toninho, como é conhecido), indaguei como seria feito esse desenvolvimento, já que a Ferrovia está bastante destruída?

Me disse o Presidente que, realmente dos 165 km de ferrovia que o DNIT concedeu à Associação, entre as cidades de Serrana-SP e Itaú de Minas-MG, aproximadamente 70% dos trilhos dormentes e até as pedras de brita, foram roubados, no entanto, existe nas proximidades de Altinípolis-SP, cerca de 15 km de linhas conservadas, pela Associação e pela ajuda recebida dos fazendeiros e seus funcionários, que ajudaram nessa fiscalização. Disse o Toninho, que vai trabalhar com as Autoridades Governamentais, e o setor privado, para conseguir reformar esse 15 km de trilhos que  inicia na confluência da rodovia de Serrana com a Via Férrea, ao lado da Fazenda do “VANDÃO”, até a Estação do Congonhal, na Fazenda do “ZE DO CARMO”, “Inaugurado esse trecho, daremos prosseguimentos até a cidade de Guardinha-MG e posteriormente a cidade de São Sebastião do Paraíso-MG, unindo a bacia cafeeira da Alta-Mogiana, com a bacia Leiteira do Sul de Minas, daí o nome Expresso Café Com Leite”. Ressaltou Toninho.

Perguntei ao Presidente: e o TREM, para essa inauguração? Respondeu-me que, na última reunião feita em Brasília, com os dirigentes do DNIT, ficou acordado que o Material Rodante (Locomotivas, Carros de Passageiros e outros) serão transferidos de onde se encontram para Altinópolis-SP por via rodoviária, esses materiais serão selecionados entres os melhores, mas mesmo assim terão que ser reformados,

Toninho disse ainda que está em contato com as Autoridades, solicitando a liberação do Trem existente na Estação de Ribeirão Preto-SP, ainda duas Locomotivas em Bauru-SP e dois Carros de Passageiros em Itirapina-SP, à disposição.

Pretende ainda, conversar com a A.B.P.F., em Jaguariúna, para uma possível parceria.                       

Me adiantou ainda, que assim que tomar posse, dos imóveis da Ferrovia, pretende fundar o Memorial ALTINO ARANTES, no prédio da Estação Ferroviária, esse Memorial já está aprovado pelo IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) e tem o apoio da Fundação Sinhá Junqueira, que tem os netos de Altino Arantes em sua administração. Com toda a documentação necessária, faltando apenas informar ao IPHAN a sede do Memorial.

Pretendemos convidar para Gestor o criador do Memorial, o Professor Historiador Pedagogo JOSÉ HENRIQUE BARBIRE, Diretor da Biblioteca Altino Arantes de Batatais-SP”.

Ao termino da entrevista, o Presidente Antonio A. Ferri, solicitou-me que agradecesse todos os Membros da Associação, as Autoridades e todos aqueles que acreditaram e que diretamente ou indiretamente contribuíram para esse fato se concretizar, disse ainda que a Batalha principal foi vencida, mas, que a luta contínua só termina quando inaugurar o TREM.

Num papo agradabilíssimo, inteligente, este boa praça “Toninho” enorme no tamanho e nas emoções, deixa transparecer seu entusiasmo e sua vontade em ver realizado este sonho que não é só dele, mas, é o sonho de centenas de possas de Altinópolis e fora dela, que querem ver resgatada sua história através dos trilhos do trem “Maria Fumaça”!

Um lutador. Um guerreiro nato. Um tremendo boa praça. Um amigo! Assim defini “Toninho”, ao final da entrevista.

Caro Toninho, conte sempre com nossa singela, porém, verdadeira contribuição.

Parabéns! Cito Bertold Brecht, em sua homenagem.

“Há homens que lutam um dia e são bons, há outros que lutam um ano e são melhores, há os que lutam muitos anos e são muito bons. Mas há os que lutam toda a vida e estes são imprescindíveis”.

Ademir Feliciano

Artigo Anterior

Repasse irregular de valores, compromete mais uma vez, as contas da prefeitura de Altinópolis!

Próximo Artigo

EDITAL DE CONVOCAÇÃO

Confira também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *