Ética na política!- O Eleitor e o Candidato!

Autor: Nenhum comentário Compartilhe:

Um eleitor atento fez alguns questionamentos a um candidato a vereador de uma cidadezinha do interior do Brasil. Veja como foi!

Eleitor: – Candidato fiquei sabendo que você mudou de lado. Não está mais com aqueles que estava antes, o que aconteceu?

Candidato: A política é assim mesmo meu caro amigo eleitor. Uma hora somos vinho e na outra somos água.

Eleitor: – Mas eu votei em você na ultima eleição por julgar que você tivesse um ideal. Você dizia que jamais se juntaria com quem ajudou a roubar e roubou a nossa cidade.

Candidato: – Entenda uma coisa amigo, eles podem até ter roubado, mas, quem não rouba? Ademais, nem condenados eles foram ainda. Sem condenação, não tem ladrão! Você votou em mim na ultima eleição, mas, não ganhei. Adiantou o que pra mim?

Eleitor: – Então vele tudo para ganhar uma eleição?

Candidato: – Se vale tudo eu não sei afinal eu nunca ganhei, mas que desta vez eles vão bancar minha campanha, isso vão! Agora estou do lado de gente cheia da grana.

Eleitor: – Que decepção! Nunca mais na minha vida lhe darei meu voto.

Candidato: – Pense pelo lado bom caro eleitor. Ontem você me defendia; hoje me atacará. Na verdade você continuará dentro do jogo e eu também. Só mudamos de time.

Eleitor:- Mudamos de time???? Eu não mudei candidato. Eu continuo com minhas posições éticas, minhas posições em prol de toda nossa cidade, de nossa gente que carece de tudo, de oportunidades iguais para todos. Quem mudou, e para muito pior, foi você!

Candidato:- Se mudei para pior é você que está dizendo. Basta você olhar a situação financeira dos que agora me alinhei e a situação financeira dos que eu estava antes. Mudei para pior? Kkkkkk! Mas me fala uma coisa, o que você e sua família estão precisando? Agora eu posso te ajudar pagar uma conta de luz, posso te ajudar com a construção do muro da sua casa que até hoje você não conseguiu fazer, tenho como dar uma forcinha pra você nas fraudas e leite dos seus filhos, enfim, me fala aí eleitor, o que você está precisando?

Eleitor:- Na verdade candidato, eu estou precisando sim. Tenho até vergonha de dizer o que vou dizer, mas você perguntou…então lá vai!

“Estou precisando que você vá à puta que te pariu, que você vá pro meio do inferno, que você não tenha o voto nem da sua mãe, que você não consiga se eleger pra porra nenhuma. Você terá coragem de olhar nos olhos de seus filhos, de sua família e dizer que é honesto? Você terá essa coragem candidato”?

Candidato:- Bem se vê que você não passa de um ignorante, de um pobre com espírito de pobre. Você acha que alguém, ou, minha família vai ficar sabendo dessa nossa conversa? Ignorante!

Eleitor:- Ignorante é você que acha que o ignorante sou eu! Neste momento o eleitor saca um celular do bolso da camisa e diz: “tudo que conversamos está gravado aqui. Hoje mesmo solto em todas as redes sociais, depois levo a gravação a justiça eleitoral e desmascaro você seu impostor”.

O candidato, já pálido de medo, diz: “era tudo brincadeirinha, eu só queria testar você, fica tranquilo que eu não mudei de lado não, continuo do mesmo lado e com as mesmas pessoas éticas a que você se referiu”.

Eleitor:- Caso você volte a fazer parte do grupo a que pertencia, quem sairá de lá serei eu. Eu não vou estar ao lado de gente igual a você!

Moral da conversa: “Não subestime a inteligência do eleitor”. O ignorante será você!

Ademir Feliciano

 

 

 

Artigo Anterior

Justiça Eleitoral disponibiliza Sistema de Candidaturas para Eleições Municipais 2016

Próximo Artigo

“Festa do Farol Open Bar” Mega evento em Altinópolis!

Confira também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *