Não se trata de defender “Lula ou o PT”… Se trata da proteção ao estado democrático de direito.

Autor: Nenhum comentário Compartilhe:

– Sem provas não deve haver condenação, ou, o estado será de exceção!

-Todo aparato político montado desde o GOLPE que sacou do poder uma presidente eleita com mais de 54 milhões de votos, tinha um único objetivo: Impedir que o Brasil fosse de todos os brasileiros. A direita que sempre sufocou desejos e necessidades das mais básicas da população mais carente, necessidades estas garantidas em carta magna do país, ansiava pela volta, pois tinha certeza que com a possibilidade de manutenção dos governos protagonizados e liderados pelo ex-presidente Lula, o Brasil deixaria de ser só dela, A Direita.

Com a libertação do Brasil das garras ferozes do F.M.I, com a retirada do Brasil do deplorável MAPA DA FOME, com a descoberta do pré-sal, com a inserção dos mais pobres às universidades, com voz e vez na ONU, com reconhecimento mundial, o País passava a ter outra perspectiva de realidade. O futuro de todos os brasileiros se avizinhava IGUALITÁRIO, como manda a constituição e o bom senso dos governantes.

Imagine você, como a “casa grande” passou a se sentir! “Casa grande” que nunca respeitou as diferenças, que nunca respeitou opiniões conflitantes com as suas, que nunca respeitou as mulheres. MULHER? Bastou uma eleita e o GOLPE estava armado e concretizado. Pusilânimes investidos de cargos eletivos (Deputados Federais), nãos se fizeram de rogados ao darem seus votos para cassação do mandato de Dilma Rousseff.

Houve até um (Bolsonaro) que ao proferir seu voto, prestou homenagens a um dos maiores torturadores e assassinos da história desta terra. O déspota, Carlos Alberto Brilhante Ustra, que de brilhante, só carregou o sobrenome.

Mas ainda não estava terminado. Não!!! Claro que não! Ainda existia o Lula, maior estadista da história desta nação, conhecido e reconhecido MUNDIALMENTE por seus programas de governo voltados aos menos privilegiados. Mas como acabar de vez com este homem que ousou fazer do Brasil, um país forte, soberano e promissor?

Aí que entrou em cena mais uma vez, os “PUSILÂNIMES”. O estado tripartite deixou de existir. Os poderes (três Poderes) uniram-se em um só no sentido da conclusão definitiva do golpe. A pá de cal estava prestes a ser depositada na cova rasa que estes, os pusilânimes, já haviam preparado.

O judiciário deixou ser judiciário e se tornou político em um piscar de olhos. Talvez, sempre tenha sido, mas, obscurecido aos olhos insensíveis da população.

As “Organizações Globo” patrocinadora vil do golpe de estado de 1964, mantenedora maior do regime militar assassino, não ficou de fora mais uma vez. Usou de seu poderio GIGANTESCO MIDIÁTICO, para, interessada que é, e, sempre foi, do quanto mais ignorante melhor, desconstruir as possibilidades mais que incontestes em termos uma nação sem fome, sem analfabetismo, sem lutas de classe, sem desigualdade social. Sim… Lançou mão de seu poder de subornar e persuadir e juntou-se aos GOLPISTAS, mais uma vez como a patrocinadora maior de mais um golpe de estado.

O judiciário, este sim, foi impressionantemente subserviente em busca de holofotes. Cuspiu nos estado democrático de direito e passou a ser, não julgador, mas, ACUSADOR. E o pior… sem a consistência da prova cabal! Condenou baseado em suposições e indícios. Indícios são provas cabais? Então, porque o Aécio Neves, o José Serra, O Michel Temer (golpista) estão livres e soltos? Porque os delatores (manipulados e ameaçados) estão livres e soltos? Engraçado, não é? Mala com 500 mil reais flagrada com Rocha Loures, interceptações telefônicas das mais graves, e tudo será arquivado por falta de provas. Vide o caso “José Serra”.

Permito-me aqui, transcrever uma postagem feita pelo amigo “Fernando Jorge” que ilustra bem este meu texto:

“Não se trata de achar isso ou aquilo… o que salta aos olhos um processo judicial correr supersonicamente em estando o réu solto… isso por si só já soa no mínimo estranho, pois de outros, como Paulo Maluf e Azeredo aguardam anos a fio para serem julgados… gostaria que a câmara do TRF4 publicasse a pauta de julgamento daquele órgão… será que os velhinhos do INSS tem, também, seus processos julgados tão rapidamente??? Os empresários sonegadores de impostos federais naquele estado são condenados ou absolvidos com tanta rapidez? Façam uma reflexão… Estariam aqueles nobres julgadores a serviço do Estado, ou de outra organização que atualmente esta infiltrada em todos os lugares, que se prestam a favores entre seus pares, inescrupulosamente pra atingirem objetivos particulares e que outrora quebraram monarquia para aumentar privilégios próprios? A de se pensar, pois não vi um elemento deste “clube de rapazes” levantar a voz a favor do recebimento das denuncias contra o Presidente que aparentemente teria cometido crime … ao contrário daquilo que se viu com a Dilma que cometeu “pedalada” que bradavam aos sete ventos serem contrários a corrupção”…

As provas; apenas elas bastariam para pormos fim a este tipo de discussão. SOMENTE AS PROVAS de que o Triplex realmente pertence ao ex-presidente Lula. Onde elas estão? As mais de 400 páginas relatadas na acusação, não foram suficientes para produzirem provas. Como condenar então?

“Não se trata de defender “Lula ou o PT”… Se trata da proteção ao estado democrático de direito”.

Estamos diante do mais mesquinho, descabido e aterrorizante golpe contra a democracia jamais visto em outro lugar do mundo.

As consequências disso tudo? Inimagináveis, porem, tempos escurecidos se aproximam da república de bananas.

Que pena Brasil. Quem lutou para te ver LIVRE, prestes agora, a vê-lo novamente nas mãos de seus mais ferrenhos algozes!

 

Ademir Feliciano.

 

Artigo Anterior

Retorno ao ano legislativo (2018) – Câmara Municipal de Altinópolis X IMPRAL.

Próximo Artigo

Turistas dinamarqueses visitam Altinópolis!

Confira também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *